Wednesday, 9 January 2008

amor é



"odiar as despedidas"

"ajudar-te nas tuas batalhas"

"morrer de vontade de saber o que estás a fazer neste preciso momento"


Charles M. Schulz

5 comments:

minds said...

Eu pessoalmente odeio despedidas.... mas infelizmente tenho de o fazer muitas vezes, visto k o meu marido enda sempre por fora...e morro de vontade de saber o k ele esta a fazer.... mas tb se ele esta bem, se n precisa de nada.... sei la! tanta coisa!

bom resto de semana e um bom ano para ti!

Tinta no Bolso said...

não concordo muito com a última, tem um ar um bocado controleiro

preferia, morrer de vontade de saber que estás aqui neste preciso momento

joao said...

o primeiro começa com maiúscula e termina com ponto final.
esse de agora eh com minuscula e termina sem ponto...

metamorfoseando-se ambulantemente?

isabel said...

o primeiro é mais "divino" e mais solene. eloquente, talvez. e nosso. só nosso. =)

esse é de toda a gente que se apodere dele. daí a simplicidade e a liberdade.

além disso, deabmular metamorfoseadamente é uma arte que tenho vontade de seguir (de um bom mestre que conheço)

=***

aida monteiro said...

um beijinho e um bom ano!
(sem despedidas)